29 maio, 2018

(Pingente) Yggdrasil com Sol e Lua


Yggdrasil
A árvore do mundo para os antigos vikings era concebida de maneira um tanto surreal. Seu nome era "Yggdrasil". 
O significado desta palavra ainda é misterioso e há diversas teorias a respeito. Uma delas, e a mais aceita, é que Yggdrasil significa "forca", o que remete à lenda do deus nórdico, Odin, que ficou pendurado na árvore por nove dias e nove noites para descobrir o segredo das Runas.
Esta árvore é representada como um mitológico freixo gigante que suporta o Universo habitado por deuses, homens e seres fantásticos. Nas raízes em torno de seu tronco localizam-se nos mundos de: Niflheim (terra do gelo); Iotumheim (terra dos gigantes); Alfheim (terra dos elfos); Muspelsheim (terra do fogo) e Vanaheim (terra dos deuses Vanir). Sob eles está Svartalheim (terra dos duendes) e ainda mais abaixo se encontra o Hell (submundo).
Ao redor do tronco principal da Yggdrasil está Midgard - a terra central onde vivem os homens e os animais. Por fim seus ramos se estendem até o Asgard - terra dos deuses nórdicos.
Este enorme Freixo é uma alegoria e representa a forma como os vikings compreendiam o mundo e o cosmos. Hoje enxergamos o Universo de uma forma circular, repleto de esferas que são os planetas e as estrelas, mas para os antigos escandinavos não era bem assim. Eles acreditavam na existência de outros mundos (reinos) e concebiam o Universo numa estrutura arbórea, com todas as divisões e subdivisões dos reinos mitológicos em que acreditavam.

Lua
A Lua simboliza os ritmos biológicos, e as fases da vida, pois ela passa regularmente por um ciclo de vida, uma vez que é um astro que cresce, diminui, desaparece e cresce novamente. Assim, a Lua está submetida à lei universal do devir, do nascimento e da morte, sendo a representação da passagem da vida para a morte, e vice-versa.
A Lua é passiva, receptiva. É fonte e símbolo da feminilidade e da fecundidade. É a guia das noites, é o símbolo dos valores noturnos, do sonho, do inconsciente e do conhecimento progressivo, evocando a luz nas trevas da tenebrosa escuridão da noite.
Ela simboliza um princípio passivo e fecundo: a noite, o frio, a umidade, o subconsciente, o sonho, o psiquismo, e tudo que é instável e transitório, bem como está relacionada com a reflexão.
O seu simbolismo está correlacionado ao simbolismo do Sol. As suas características mais fundamentais são o fato da Lua aparecer como um reflexo do Sol, pois não possui luz própria, e por atravessar diferentes fases, mudando a sua aparência.

Sol
O Sol simboliza a luz, o amor, a paixão, a vitalidade, o conhecimento, a juventude, o fogo, o poder, a realeza, a força, a perfeição, o nascimento, a morte, a ressurreição, a imortalidade.
Símbolo complexo, o Sol é um elemento presente em muitas crenças, rituais e costumes desde a antiguidade, representando a força vital e o poder cósmico; e, por isso, esse símbolo está presente em muitos mitos da criação do mundo.
Na alquimia, o Sol simboliza a perfeição e no oriente, para os chineses, o Sol representava o poder imperial. Para os japoneses o Sol é um emblema nacional, de modo que está representado na bandeira do país em forma de uma bola de fogo que representa o Sol nascente.

Sem comentários:

Enviar um comentário